Bem-vindo!

Óculos Terapêutico de Metal Dourado

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

R$97,00

Descrição Rápida

Óculos Terapêutico de Metal dourado.


 


Acompanha cordão e caixinha para guardar.

Óculos Terapêutico de Metal Dourado

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

Detalhes

Baseando-se em técnicas milenares de exercícios para melhorar a visão (como o Chi Kung e o Yoga), e também pelos trabalhos desenvolvidos pelo oftalmologista americano Dr. Willian Bates, um físico mexicano, Jose Salià Munhoz, desenvolveu uns óculos furadinhos sem qualquer grau, que também funcionam de maneira excelente para exercitar os olhos e fortalecer a visão.

 

Seu princípio de funcionamento é bastante simples: impedindo a passagem de parte das ondas luminosas, estes óculos estimulam o nervo ótico, e fazem os músculos oculares reagir, adaptando-se à dificuldade criada pelas pequenas perfurações e formando a imagem mais correta e nítida. Munhoz praticava os exercícios do Dr. Bates, mas não tinha tempo para praticá-los com assiduidade. Aplicando os princípios do Dr. Bates criou os óculos furadinhos. Já conhecidos e usados em diversos países como os Estados Unidos, Alemanha, Itália, Portugal, Japão, China, Índia e África do Sul, estes óculos ganharam prêmio de Menção Honrosa, num congresso de invenções realizado em Nova Yorque em 1980.

 

Não tendo lentes com grau e funcionando basicamente como ginástica para os olhos, estes óculos (que tem vários nomes, como: Yoga para os olhos, Pinholes, Ropidol, Olhos de Abelha, entre outros) podem ser usados para os mais variados problemas de visão, como miopia, astigmatismo, hipermetropia, vista cansada, terçóis, conjuntivite, estrabismo, etc. Claro que os resultados do uso dos óculos vai depender do tipo de problema, da constância no uso e na prática dos exercícios para a visão. E também estes resultados vão depender do ritmo de vida da pessoa, dos cuidados que ela toma com sua saúde e do convívio harmonioso com as próprias emoções.

 

Como usar: os óculos devem ser usados em locais bem iluminados. No início devem ser usados alguns minutos por dia para haver a adaptação – embora a maioria das pessoas se adapte quase imediatamente – e progressivamente ir aumentando até tres a quatro horas por dia, dependendo das atividades do usuário. Os óculos são excelentes para leitura, televisão, trabalhar no computador, e também para caminhadas na praia, porque eles são muito bons para o sol. Não devem ser usados para dirigir carro ou qualquer outro tipo de veículo. Não há limite de idade para o uso, mas é necessário um pouco de paciência no início, e persistência sempre, para a continuidade no uso e então, observar os resultados.

 

Texto do livro “Yoga para os Olhos” de Roberto Inácio Neves.

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.